Obama volta à Casa Branca para promover lei de saúde com Biden nesta terça

Governo vai divulgar nova medida que corrige problema do ‘Obamacare’ que deixou famílias inelegíveis para certos subsídios de planos de saúde; foco na saúde já foi vantagem política para os democratas

  • Por Jovem Pan
  • 05/04/2022 06h27
Wikimedia Commons Pete Souza Joe Biden e Barack Obama O então vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, sorri ao lado de Barack Obama enquanto aguardam reunião na Casa Branca

O ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama retornará à Casa Branca nesta terça-feira, 5, pela primeira vez desde que deixou o cargo em 2017 para divulgar os benefícios de sua lei de saúde e oferecer apoio a seu amigo e ex-parceiro de governo, o presidente Joe Biden. No passado, o foco na saúde ajudou os democratas politicamente. O ‘Obamacare’ foi a principal realização legislativa do ex-presidente, e os republicanos tentaram repetidamente revogá-lo, mas falharam.

O governo Biden vai divulgar uma medida nesta terça para corrigir um elemento do Affordable Care Act, ou ‘Obamacare’, conhecido como “falha familiar” que deixou os membros da família daqueles com acesso a planos de saúde acessíveis fornecidos pelo empregador inelegíveis para certos subsídios. Obama continua sendo uma figura popular dentro do Partido Democrata, enquanto Biden enfrenta baixos índices de aprovação do público, em parte devido à alta inflação e à persistente pandemia de Covid-19. Como resultado, os democratas correm o risco de perder o controle de pelo menos uma, se não ambas, as câmaras do Congresso em novembro, o que interromperia a agenda legislativa de Biden.

*Com informações da Reuters