OMC: UE pode taxar US$ 4 bi em exportações dos EUA por ajuda a Boeing

Ainda assim, a União Europeia deve negociar com o país norte-americano antes de aplicar as sanções

  • Por Jovem Pan
  • 13/10/2020 15h10
Boeing/DivulgaçãoOMC: UE pode taxar US$ 4 bi em exportações dos EUA por ajuda a Boeing

A Organização Mundial do Comércio (OMC) autorizou nesta terça-feira a União Europeia a impor sanções comerciais aos Estados Unidos de quase bilhões de dólares devido a subsídios indevidos do país à fabricante de aeronaves Boeing. Esta é a principal conclusão de uma decisão emitida por um árbitro da OMC como parte de uma longa disputa entre a americana Boeing e a europeia Airbus, grandes concorrentes na indústria aeroespacial.”O montante é proporcional aos efeitos adversos que a União Europeia sofreu entre setembro de 2012 e setembro de 2015″, decidiu o painel da OMC.

Durante esse período citado na decisão, a Airbus perdeu três grandes vendas de aeronaves de corredor único e foi ameaçada com um bloqueio na importação de suas aeronaves para o mercado americano, bem como em sua exportação para os Emirados Árabes Unidos (aliado geopolítico dos EUA). Durante o processo de arbitragem, a UE havia pedido permissão para aplicar medidas de retaliação comercial contra os EUA de mais de US$ 8,5 bilhões por ano.

No outro extremo, os EUA argumentaram que a quantificação correta das sobretaxas não deveria exceder US$ 411,8 milhões por ano. A Comissão Europeia (CE) antecipou que vai impor as sanções autorizadas pela OMC (na forma de tarifas) se Washington não retirar as que aplica atualmente à União Europeia por ajudar a Airbus. Por isso, as partes devem negociar antes de qualquer sanção aprovada pela OMC.

*Com informações da Agência EFE