ONU oferece ajuda humanitária ao governo indonésio após tsunami

  • Por Jovem Pan
  • 23/12/2018 15h48
EFEAutoridades ainda buscam cerca de 30 pessoas desaparecidas

O Programa Mundial de Alimentos (PMA) da Organização das Nações Unidas (ONU) ofereceu assistência humanitária ao governo da Indonésia, neste domingo (23), após um tsunami atingir o litoral do país, no Estreito de Sunda – entre as ilhas de Java e Sumatra. Até o momento, foram contabilizados 222 mortos e 843 feridos.

“Temos no local equipes especializadas de resposta a desastres que estiveram trabalhando por anos com a Indonésia para que [o país] esteja preparado para tais catástrofes”, disse em Genebra o porta-voz do PMA, Herve Verhoosel. Além dos mortos e dos feridos, há 28 desaparecidos. Não há registro de vítimas brasileiras até o momento.

De acordo com a organização, uma das medidas mais urgentes a serem tomadas depois de um fato deste tipo é a instalação de cozinhas comunitárias alimentar os que perderam as residências. Verhoosel afirmou que especialistas em logística podem ajudar a transportar alimentos e pessoal humanitário às áreas afetadas pela catástrofe.

“Quando recebemos um pedido deste, nossos especialistas trabalham com o governo para avaliar os danos nas zonas afetadas e apoiar as suas ações”, explicou. Autoridades acreditam que o tsunami se formou a partir de um deslizamento de terra submarino produzido pela erupção do vulcão Anak Krakatau e pela maré alta da lua cheia.

*Com informações da EFE