Pais entregam filhos a soldados para tentar retirá-los do Afeganistão; veja vídeo

Imagens feitas no muro do aeroporto de Cabul mostram desespero de familiares que tentam deixar o país após tomada de poder pelo Talibã

  • Por Jovem Pan
  • 19/08/2021 13h40 - Atualizado em 19/08/2021 15h57
Rise to Peace/Facebook/ReproduçãoVídeos mostraram criança sendo entregue a soldado no aeroporto de Cabul

Imagens divulgadas pela ONG Rise to Peace nas redes sociais na última terça-feira, 17, mostram o desespero de afegãos que tentam deixar o país pulando o muro do aeroporto de Cabul após o Talibã tomar o poder no local. No vídeo, é possível ver uma mãe entregando a própria filha a um soldado norte-americano e conseguindo passar para a pista em seguida. Outra mulher aparece com uma pasta de documentos que comprovariam a permissão para que ela deixasse o país. Em entrevista à agência de notícias Reuters, o secretário de Defesa do Reino Unido, Ben Wallace, afirmou que os soldados que levam as crianças para a pista do aeroporto também levam o resto das famílias, já que é impossível fazer o transporte de qualquer menor desacompanhado para fora do Afeganistão.

As imagens de desespero dentro e fora do aeroporto de Cabul tomaram as redes sociais desde o início da semana. Segundo o Pentágono, pelo menos sete pessoas morreram pisoteadas, vítimas de disparos de armas de fogo ou caindo de aviões que decolaram rumo aos EUA. Restos mortais humanos foram encontrados no trem de pouso da aeronave militar que deixou o país e investigações estão em curso para identificar os corpos. Cerca de sete mil militares norte-americanos continuam no país para garantir o acesso dos que querem sair do Afeganistão ao aeroporto, mas, de acordo com fontes militares americanas, alguns cidadãos estariam sendo impedidos pelo próprio Talibã. Além das mortes registradas na pista de decolagem, outros três óbitos ocorreram durante protestos contra os insurgentes.