Papa Francisco presta homenagem às vítimas de tiroteios nos EUA

Em menos de 24 horas, dois ataques com fuzis deixaram 30 mortos no Texas e em Ohio

  • Por Jovem Pan
  • 04/08/2019 10h24
EFEEFE

Após os dois ataques a tiros ocorridos em menos de 24 horas nos Estados Unidos, o papa Francisco enviou condolências às famílias das vítimas neste domingo (4) e rezou pelas dezenas de mortos nos atentados.

“Queridos irmãos e irmãs, sou espiritualmente próximo às vítimas de episódios de violência que nestes dias ensanguentaram o Texas, a Califórnia e Ohio, nos Estados Unidos, contra pessoas desarmadas”, declarou Francisco após a oração do Angelus.

O papa pediu então às centenas de fiéis que lhe escutavam da praça de São Pedro para unir-se à sua oração “por todos os que perderam a vida, os feridos e seus familiares”.

Em seguida, o líder permaneceu em silêncio por alguns instantes para orar da janela do Palácio Apostólico, onde reza o Angelus a cada domingo, rezando depois uma Ave Maria.

Nesta madrugada, na cidade de Dayton, em Ohio, pelo menos 10 pessoas morreram, entre elas o atirador, e outras 16 ficaram feridas. Alguns vídeos e fotos foram divulgados nas últimas horas nas redes sociais, nos quais supostamente se vê o atirador e se escutam os disparos de um fuzil.

Além disso, 20 pessoas morreram em outro ataque ocorrido ontem à tarde em um shopping de El Paso, no Texas. No último dia 28 de julho, quatro pessoas já haviam sido assassinadas em um ataque a um festival gastronômico na cidade de Gilroy, no norte da Califórnia.

Com Agência EFE