Papa não deixou que mão fosse beijada por medo de germes

  • Por Jovem Pan
  • 28/03/2019 15h07
ReproduçãoFrancisco explicou que gosta de ser abraçado, mas também tem medo de adoecer

Durante sua viagem a Loreto, na Itália, o papa Francisco recebeu fiéis mas não deixou que eles beijassem seu anel. O papa retirou bruscamente sua mão quando um deles tentou beijá-la no último dia 25. O Vaticano explicou que a reação do papa foi “por higiene”.

O vídeo do gesto se tornou viral. Nesta quinta-feira, 28, o porta-voz do Vaticano, Alessandro Gisotti, comentou com o papa sobre a curiosidade que a reação dele provocou, e Francisco que, quando o grupo que tem que saudar é muito numeroso, ele retira a mão para evitar a difusão de germes. Por precaução, ele preferiu que o grupo não beijasse o anel.

O papa disse que ele gosta de abraçar e ser abraçado pelo povo, mas que também teme que possam adoecer.

O porta-voz vaticano fez notar que em muitas ocasiões os fiéis beijaram o anel do papa, como fez ontem a freira María Concetta Esu, de 85 anos, missionária na África há quase 60 anos, quando o papa a apresentou aos fiéis na audiência.

*Com EFE