Papa pede medidas ‘concretas e efetivas’ contra abusos sexuais

  • Por Jovem Pan
  • 21/02/2019 09h22
Agência EFEPapa Francisco participa nesta quinta-feira (21) de reunião histórica da Igreja Católica para discutir abusos sexuais cometidos por membros do clero

O Papa Francisco pediu nesta quinta-feira (21) que sejam tomadas “medidas concretas e efetivas” contra os abusos sexuais cometidos por membros do clero. O pedido foi feito na abertura de uma reunião histórica da Igreja Católica para discutir esses crimes.

“O povo de Deus está a ver-nos e espera que nós não só condenemos, mas que tomemos medidas concretas e efetivas”, disse ele. “Confrontados com o flagelo do abuso sexual realizado por homens da Igreja contra as crianças, pensei em consultar-me convosco, patriarcas, cardeais, arcebispos, bispos, superiores religiosos e responsáveis, para que juntos possamos ouvir o grito dos pequenos que pedem justiça”, afirmou o papa.

Cerca de 130 representantes da Igreja Católica participam da cúpula, que termina no domingo (24). Também estão presentes vítimas dos abusos.

O pontifice informou que será entregue aos participantes “uma linha guia” para ajudar a refletir, sendo esta apenas um ponto de partida das discussões.

A reunião começou com as palavras de uma vítima, lidas por um dos membros da comissão organizadora e especialista na luta contra os abusos, o padre Hans Zollner. “Nem os meus pais, nem os oficiais da igreja ouviram o meu clamor e pergunto-me: ‘Porque Deus também não o ouviu?'”, disse o padre, ao ler as palavras da vítima de abuso sexual.

*Com informações da Agência Brasil