Parlamento catalão propõe Puigdemont como candidato a presidente da região

  • Por EFE
  • 22/01/2018 10h05
Agência EFEPuigdemont fugiu para Bruxelas no último dia 30 de outubro, três dias depois que o parlamento autônomo catalão aprovou uma declaração de independência

O presidente do parlamento da Catalunha, Roger Torrent, propôs nesta segunda-feira Carles Puigdemont, foragido da Justiça espanhola, como candidato à presidência do governo dessa região, cargo que será votado em um debate que acontecerá no final do mês.

Puigdemont fugiu para Bruxelas no último dia 30 de outubro, três dias depois que o parlamento autônomo catalão aprovou uma declaração de independência, que representou a cessação do Executivo que presidia e a dissolução da câmara regional.

Nos pleitos regionais do último dia 21 de dezembro os partidos independentistas alcançaram 70 das 135 cadeiras da câmara, o que lhes garante a maioria absoluta, embora a situação judicial de Puigdemont suscite dúvidas sobre como será candidato à presidência regional.