Parlamento Europeu reconhece Juan Guaidó como ‘único interlocutor’ no território venezuelano

  • Por Jovem Pan
  • 30/01/2019 19h26
EFEGuaidó foi impedido de sair da Venezuela após decisão de tribunal controlado por Maduro

O Parlamento Europeu reconheceu o presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, como o “único interlocutor” do país com a instituição. O presidente do parlamento, Antonio Tajani, conversou por telefone com o líder de oposição ao ditador Nicolás Maduro.

“Conversei por telefone com o presidente Guaidó, nosso único interlocutor, para garantir a ele o apoio do Parlamento Europeu”, afirmou. Segundo ele, a instituição não pode “ficar calada” diante dos últimos acontecimentos registrados na Venezuela.

Tajani, que é italiano, lembrou os 40 venezuelanos mortos em protestos realizados na semana passada e disse que “uma grande parte da comunidade internacional” a proclamação de Guaidó como presidente interino “apoiado na Constituição” local.

“Infelizmente, a situação piora e chegou a um ponto que não tem mais volta. Maduro fez com que mais de três milhões de pessoas abandonassem o próprio país. Se as coisas não mudarem em breve, isso se agravará com consequências desastrosas para toda a região.”

Ele ainda destacou que a Venezuela vai precisar de muita ajuda e investimentos. “A União Europeia tem que estar ao lado dos venezuelanos. A democracia está em perigo, está claro que temos que estar do lado da liberdade e dos direitos humanos, e não da opressão.”

*Com informações da EFE