Pessoa mais velha do mundo morre aos 119 anos no Japão

Kane Tanaka nasceu em 2 de janeiro de 1903 em Fukuoka, se casou em 1922 e teve cinco filhos; autoridades lamentaram a morte da recordista

  • Por Jovem Pan
  • 25/04/2022 10h40 - Atualizado em 25/04/2022 13h24
Handout / Fukuoka Prefectural Government / AFP Mulher mais velha do mundo Autoridades locais confirmaram e lamentaram a morte de Kane Tanaka

Uma mulher reconhecida como a pessoa mais velha do mundo morreu aos 119 anos no Japão. A morte foi confirmada pelas autoridades locais nesta segunda-feira, 25. Kane Tanaka nasceu em 2 de janeiro de 1903 em Fukuoka, sudoeste do Japão. Até recentemente, Tanaka tinha uma saúde relativamente boa e vivia em uma casa de repouso. Ela foi reconhecida como pessoa mais velha do mundo em 2019 e, na época, disse viver o momento mais feliz de sua vida. Ela se casou com Hideo Tanaka em 1922 e teve cinco filhos, sendo um adotado. Segundo o governador local Seitaro Hattori, Tanaka faleceu no dia 19 de abril. “Planejava encontrar Kane no Dia do Respeito aos Idosos deste ano (uma data nacional em setembro) e celebrar com seu refrigerante e chocolate. A notícia me deixa muito triste”, afirmou em um comunicado divulgado nesta segunda.

A pessoa mais velha verificada pelo Guinness foi Jeanne Louise Calment, que morreu em 1997 aos 122 anos e 164 dias. Com a morte de Tanaka, uma freira francesa que completou 118 anos neste ano tornou-se a pessoa mais velha do mundo. Lucile Randon nasceu em 11 de fevereiro de 1904 e comemorou seu aniversário com vinho do Porto e chocolate. Atualmente, Randon vive em uma casa de repouso em Toulon. “Ela está feliz. Mas é apenas uma etapa, já que seu objetivo é derrotar Jeanne Calment”, disse o assessor de Randon à AFP.

*Com informações da AFP