Pompeo visitará Coreia do Norte entre 5 e 7 de julho para se reunir com Kim

  • Por Agência EFE
  • 02/07/2018 21h55
Agência EFEO Departamento de Estado detalhou que Pompeo estará em Pyongyang entre 5 e 7 de julho para "continuar suas consultas e pôr em prática os progressos" alcançados na cúpula

O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, visitará a Coreia do Norte entre os dias 5 e 7 de julho para conversar com o líder norte-coreano, Kim Jong-un, sobre o processo de desnuclearização da península da Coreia, informou nesta segunda-feira o governo dos Estados Unidos.

Em sua entrevista coletiva diária, a porta-voz da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, anunciou que o chefe da diplomacia americana iniciará em 5 de julho uma viagem a Pyongyang para “continuar os esforços em andamento para a desnuclearização” da península da Coreia.

Posteriormente, em comunicado, o Departamento de Estado detalhou que Pompeo estará em Pyongyang entre 5 e 7 de julho para “continuar suas consultas e pôr em prática os progressos” que foram alcançados pelo presidente Donald Trump e Kim na sua cúpula de 12 de junho em Singapura.

A declaração assinada em Singapura abre as portas para a desnuclearização do regime norte-coreano em troca de que Washington conceda garantias para sua sobrevivência, mas não especifica mecanismos nem prazos concretos para conseguir esses objetivos.

A terceira visita de Pompeo a Pyongyang pode servir para esboçar algumas das condições para futuros acordos ou inclusive definir prazos para que a Coreia do Norte desmantele seu programa atômico.

A viagem de Pompeo acontecerá em meio aos rumores sobre a possibilidade de que aconteça uma segunda cúpula entre Trump e Kim em setembro em Nova York.

O portal de notícias “Axios”, que citou funcionários americanos como fontes, assegurou que Trump quer que a Coreia do Norte dê passos significativos no processo de desnuclearização e estuda a possibilidade de propor essa segunda cúpula como uma recompensa pelos seus esforços.

Perguntada a respeito, a porta-voz da Casa Branca disse hoje que, por enquanto, não tem “nada” a anunciar.

Depois da Coreia do Norte, Pompeo pretende visitar Tóquio entre 7 e 8 de julho para falar com os governantes de Japão e Coreia do Sul sobre o “compromisso compartilhado” para a desnuclearização “final” da península coreana, segundo detalhou em sua nota o Departamento de Estado americano.