Porta-voz diz que não há confirmação sobre mísseis venezuelanos apontados para o Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 22/02/2019 20h30
Estadão ConteúdoFronteira do Brasil com a cidade de Santa Elena de Uairén, na Venezuela

Uma reportagem publicada nesta sexta-feira, 22, pelo site Defesanet, diz que a Venezuela estaria apontando Mísseis S-300 na fronteira com o Brasil. A informação foi reproduzida por vários outros sites de notícias. O porta-voz da Presiência da República, Otávio do Rêgo Barros, disse que não há confirmação de que o fato seja verdadeiro.

Questionado sobre a capacidade do Brasil de responder um possível ataque de Nicolás Maduro, Barros afirmou que o governo não conjectura poder de combate porque não acredita na possibilidade de um conflito.

O porta-voz ainda lembrou que os conflitos violentos desta sexta-feira (soldados venezuelanos abriram fogo contra um grupo de civis que tentava manter uma passagem na região da fronteira aberta) ocorreram longe, a cerca de 45 quilômetros da fronteira.

Os eventos desta sexta deixaram 15 pessoas feridas e duas mortas, segundo autoridades de Gran Sabana, onde ocorreu o embate. Porém, o porta-voz garantiu que há “normalidade das operações” do lado brasileiro da fronteira.