Presidente da Itália pede que ex-diretor do FMI forme novo governo

  • Por Estadão Conteúdo
  • 28/05/2018 08h30
EFECarlo Cottarelli assumirá provisoriamente como primeiro-ministro até que uma eleição antecipada seja convocada

O presidente da Itália, Sergio Mattarella, pediu hoje formalmente ao economista Carlo Cottarelli, um ex-diretor do Fundo Monetário Internacional (FMI), que tente formar um novo governo no país. O pedido veio após reunião de cerca de uma hora entre os dois.

Cottarelli assumirá provisoriamente como primeiro-ministro até que uma eleição antecipada seja convocada.

O anúncio vem um dia depois de Mattarella bloquear um governo de coalizão entre os partidos populistas Movimento 5 Estrelas e Liga, por discordar da indicação do economista eurocético Paolo Savona para o Ministério da Economia.

Cottarelli prometeu anunciar uma lista de ministros “em breve” e afirmou que, se não conseguir um voto de confiança no Parlamento, uma eleição será realizada depois de agosto.