Presidente do Conselho Europeu considera zona de exclusão aérea na Ucrânia um “passo longe demais”

Político ressaltou que o país não integra a Otan ou a União Europeia e por isso é necessário “cuidado e cautela” com os próximos passos

  • Por Jovem Pan
  • 03/03/2022 16h58
OLIVIER HOSLET / POOL / AFP - 25/02/2022 Charles Michel, presidente do Conselho Europeu Charles Michel, presidente do Conselho Europeu, afirma que está em contato com o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky

Charles Michel, presidente do Conselho Europeu, afirmou nesta quinta-feira, 03, que não planeja impor uma zona de exclusão aérea sobre a Ucrânia. O político alegou que a decisão seria um “passo longe demais” e um ‘escalar’ o conflito do país com a Rússia. “Risco real de uma possível terceira guerra mundial.” O mandatário ressaltou que o bloco não está em guerra com o Kremlin e que o país de Volodymyr Zelensky não é membro da Otan, e por isso “devemos ser extremamente cuidadosos e cautelosos.” Mesmo sem a presença ucraniana na União Europeia, Michel afirmou que realizou um convite ao presidente da Ucrânia para integrar as reuniões do Conselho Europeu “regularmente” a fim de “cooperar e coordenar politicamente” com a região. Segundo o representante europeu, os países do ‘velho continente’ precisam assumir “responsabilidades” e fornecer recursos e armamentos “por conta própria.”