Professor de jardim de infância na China é detido após envenenar 23 crianças

  • Por Jovem Pan
  • 02/04/2019 13h44
ReutersNo ano passado, uma mulher de 39 anos feriu 14 crianças em um jardim de infância na cidade de Chongqing

Um professor de um jardim de infância foi detido na China sob suspeita de ter envenenado premeditadamente 23 alunos, com idades entre quatro a cinco anos. Ele teria acrescentado nitrito de sódio à comida das crianças.

Pais de alguns alunos relataram que foram avisados sobre a situação e que, ao chegarem na escola, encontraram seus filhos pálidos e vomitando, alguns deles inclusive desmaiados.

Segundo o portal de notícias “Sixth Tone”, um dos menores segue internado em estado grave após ter ingerido papinha com um nível anormal de nitrito de sódio, um aditivo alimentar que é tóxico e inclusive letal se consumido em grandes quantidades.

Embora as autoridades tenham especificado em comunicado que as investigações continuam e que os motivos do incidente ainda não foram esclarecidos, fontes policiais citadas por veículos de imprensa chineses afirmam que o professor, de sobrenome Wang, pode ter envenenado as crianças para se vingar de um de seus colegas de trabalho na escola.

As crianças sofreram uma intoxicação “relativamente grave” e oito delas continuam internadas em um hospital local.

A escola foi fechada e todos os alunos – aproximadamente 50 – foram transferidos a outros colégios da região.

Crianças chinesas têm sido alvo de ataques de pessoas com problemas mentais, segundo o noticiário local. Em outubro do ano passado, uma mulher de 39 anos feriu 14 crianças em um jardim de infância na cidade de Chongqing, no oeste do país. O motivo do ataque não foi esclarecido.

Também em 2018, uma ex-aluna de 28 anos matou nove crianças a facadas por ter sofrido bullying, segundo a própria autora do crime. Outras 10 pessoas ficaram feridas. O caso aconteceu em abril no noroeste do país.

*Com EFE