Protestos dos ‘coletes amarelos’ deixam ao menos 135 feridos em Paris

  • Por Jovem Pan
  • 08/12/2018 16h18
EFE"Coletes amarelos" têm feitos protestos pela França

O ministro do Interior da França disse, neste sábado (8), que os protestos em Paris estão “sob controle” apesar do clima ainda tenso, mas classifica a violência como “totalmente inaceitável”. Christophe Castaner disse que 135 pessoas ficaram feridas nos protestos deste sábado, incluindo 17 policiais. Ele afirmou que medidas de segurança “excepcionais” permitiram que policiais prendessem quase mil pessoas.

Casataner estimou que havia 10.000 manifestantes de coletes amarelos em Paris, e cerca de 125 mil manifestantes em todo o país. Manifestantes quebraram vitrines e incendiaram as ruas da capital francesa e entraram em confronto com a polícia, que atirou bombas de gás lacrimogêneo.

Nesse momento, os principais pontos de confronto entre as forças da ordem e os manifestantes estão em torno da Champs-Élysées, como na avenida Marceau e na rua Courcelles, onde vários carros foram incendiados e foram erguidas barricadas.

Segundo dados divulgados ao meio-dia pelo secretário de Estado de Interior francês, Laurent Núñez, a convocação dos “coletes amarelos” tinha reunido 31.000 pessoas em toda França, 8.000 delas em Paris.

Esses protestos começaram contra o aumento dos impostos sobre os combustíveis, já cancelado, e se ampliaram contra a perda do poder aquisitivo, com reivindicações pela renúncia do presidente francês, Emmanuel Macron.

*Com informações da Agência EFE e de Estadão Conteúdo.