Quatro jovens morrem esfaqueados em Londres em menos de 24 horas

  • Por Agência EFE
  • 01/01/2018 11h52 - Atualizado em 01/01/2018 11h56
Ulisses Neto/Jovem PanO policial lamentou que, neste começo de ano, "quatro famílias enfrentam a dor de perder um ser querido por uma violência sem sentido e o uso de facas como arma letal"

Quatro jovens de entre 17 e 20 anos morreram e um quinto ficou ferido após serem esfaqueados em fatos aparentemente não relacionados em vários pontos de Londres nas últimas 24 horas, informou nesta segunda-feira a polícia.

O comandante da Polícia Metropolitana de Londres (MET) ou Scotland Yard, Neil Jerome, explicou que três vítimas foram agredidas no Réveillon e houve outro ataque no dia de hoje, que terminou com um morto e um ferido.

Cinco homens foram detidos em relação com uma das mortes, a de um menino de 18 anos, ocorrida no bairro de Enfield, no norte da capital, indicou o agente.

Os outros mortos são um jovem de 20 anos que foi esfaqueado em West Ham (este), um de 17 anos atacado em Tulse Hill (sul), e outro jovem de 20 anos agredido em Old Street (leste).

“Agradeço ao londrinos e aos visitantes da capital que cooperaram com a polícia e permitiram que a maioria das pessoas pudesse desfrutar da virada do ano”, declarou Jerome.

“No entanto, houve pequenos grupos que optaram pela alteração da ordem e pela violência, e esses atos tiveram trágicas consequências”, afirmou.

O policial lamentou que, neste começo de ano, “quatro famílias enfrentam a dor de perder um ser querido por uma violência sem sentido e o uso de facas como arma letal”.

Perante o aumento das mortes por esfaqueamento em Londres, o prefeito trabalhista Sadiq Khan lançou em novembro uma campanha para combater a delinquência juvenil com arma branca.