Rebeldes sequestram 20 pessoas na República Democrática do Congo; dez são crianças

  • Por Jovem Pan
  • 06/11/2018 14h09
Reprodução/GoogleMaps Sequestro perto da fronteira do Congo com Uganda

Rebeldes de Uganda sequestraram pelo menos 20 pessoas, entre elas dez crianças, no nordeste da República Democrática do Congo, que confirmou a informação nesta terça-feira (6). Os rebeldes fazem parte das Forças Democráticas Aliadas, grupo armado envolvido em conflitos da região.

De acordo com o líder comunitário de Beni – cidade do Congo –, Kizito Bin Hangi, o sequestro aconteceu na segunda (5), na província de Kivu do Norte. O grupo rebelde foi criado em 1996 e tem se expandido com discurso de unir povos em uma nação islâmica.

“Exigimos que seja tomada alguma medida para libertar os menores e os outros sequestrados”, afirmou o ativista Hangi, além de destacar que a segurança no território de Beni ainda é frágil e que “os sequestradores não estão sendo perseguidos”.

Também na segunda-feira, uma base das Forças Armadas do Congo foi atacada e incendiada por homens armados ainda não identificados. Com a análise do “modus operandi” dos criminosos, o governo já teria associado a ação às Forças Democráticas Aliadas.

A República Democrática do Congo, especialmente a região nordeste do país, está há anos imersa em um longo conflito alimentado pela presença de dezenas de grupos armados rebeldes, apesar da atividade do exército e de missão da Organização das Nações Unidas (ONU) na região.

*Com informações da Agência EFE