Referendo em Belarus aprova nova Constituição que renuncia status de ‘país não nuclear’

Mudança ocorre horas após o presidente da Rússia, Vladimir Putin, posicionar a sua equipe de armamentos nucleares

  • Por Jovem Pan
  • 27/02/2022 22h28
NIKOLAY PETROV / BELTA / AFP - 27/02/2022 Alexander Lukashenko, presidente de Belarus Alexander Lukashenko, presidente de Belarus, vota em referendo que aprovou a mudança do status do país de 'não nuclear'

A população de Belarus aprovou neste domingo, 27, uma nova constituição no país que retirará o status de ‘não nuclear’. Ao todo, 65,2% dos votos válidos concordaram com a alteração. Países do Ocidente, porém, já emitiram comunicados e afirmaram que não reconhecerão a iniciativa devido a alta repressão que os opositores do governo sofrem no local. Segundo ativistas de direitos humanos, Belarus prendeu mais de mil presos políticos no dia da votação.

“Se você (Ocidente) transferir armas nucleares para a Polônia ou Lituânia, para nossas fronteiras, então vou recorrer a Putin para devolver as armas nucleares que dei sem quaisquer condições”, disse o presidente Lukashenko. Com a mudança, armas nucleares poderão ser produzidas ou encaminhadas ao governo de local. A guinada ocorre dias após o presidente da Rússia, Vladimir Putin, utilizar o território de Belarus para lançar suas tropas e invadir a Ucrânia. Horas antes da votação, o líder russo ordenou que sua equipe de armas nucleares entrasse em alerta máximo.