Reino Unido libera entrada de brasileiros vacinados sem necessidade de quarentena

É possível que pessoas imunizadas com a CoronaVac sejam obrigadas a fazer quarentena, já que a vacina não é reconhecida no país

  • Por Jovem Pan
  • 07/10/2021 14h30 - Atualizado em 07/10/2021 15h59
ROBERTO CASIMIRO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOBrasileiros imunizados poderão entrar no Reino Unido sem quarentena

O ministro de Transportes do Reino Unido, Grant Shapps, anunciou nesta quinta-feira, 7, que a partir da próxima segunda-feira, 11, os viajantes brasileiros com imunização completa contra a Covid-19 poderão entrar no país sem precisar fazer quarentena. Ao todo, 47 nações foram retiradas da “lista vermelha” de viagens. Entre elas, estão África do Sul, Uruguai e Chile. Apenas sete países continuam com as restrições: Colômbia, Equador, Haiti, Panamá, Peru, República Dominicana e Venezuela. A decisão ocorre um dia após publicação no Diário Oficial da União brasileiro retirar a restrição de entrada aos viajantes vindos da África do Sul, Reino Unido e Índia, locais com variantes de alta circulação que foram vistas como ameaças para a saúde pública do Brasil, mas não tem qualquer ligação com o movimento do governo federal. Ainda não há um esclarecimento sobre se a quarentena também não será aplicada aos imunizados com a CoronaVac, que não é reconhecida pela União Europeia. É possível que os viajantes precisem passar por um exame e fazer a quarentena, que pode custar mais de £ 2 mil (equivalente a R$ 15 mil). Os brasileiros que receberam imunizantes da AstraZeneca, Pfizer e Janssen estão livres das restrições.