Reino Unido registra 621 novas mortes por Covid-19 em 24 horas

A rainha Elizabeth II, de 93 anos, fará um discurso nesta noite para abordar a crise do coronavírus no país

  • Por Jovem Pan
  • 05/04/2020 12h21
EFE/EPA/ANDY RAINReino Unido é um dos países mais afetados pela pandemia

O Reino Unido registrou 621 novas mortes da Covid-19 nas últimas 24 horas, quantidade menor que as 708 confirmadas neste sábado (4) pelo Departamento de Saúde, e 5.903 novas infecções, que agora somam 47.806.

O número total de mortes no país atualizado neste domingo, 4.934, inclui os pacientes internados em hospitais que morreram até as 16 h deste sábado. Todos eles estão entre os 195.524 testados pelo sistema público de saúde britânico.

O secretário de Saúde, Matt Hancock, advertiu que o governo vai considerar o endurecimento das condições de confinamento se parte da população optar por não “obedecer as regras” que foram estabelecidas.

Os cidadãos no Reino Unido devem ficar em casa se não precisarem trabalhar fora, fazer compras, ir ao médico ou praticar exercício.

O bom tempo deste fim de semana encheu os parques com pessoas caminhando, correndo e pedalando, atividades que são permitidas, mas a polícia precisou dispersar grupos e alertar as pessoas para banhos de sol em espaços públicos, o que é proibido durante o confinamento.

“Se eles não querem que tomemos o passo de proibir completamente o exercício fora de casa, precisam obedecer as regras”, disse Hancock em uma entrevista à BBC.

Na Escócia, a polícia emitiu um alerta no Twitter para a conselheira médica do governo regional, Catherine Calderwood, depois que a imprensa revelou que ela tinha ido passar o fim de semana em sua casa de praia, contra as próprias recomendações.

A rainha Elizabeth II fará um discurso nesta noite para abordar a crise do coronavírus, um pronunciamento incomum que a soberana, de 93 anos, reservou nas últimas décadas para momentos de gravidade especial.

*Com informações da EFE