Rússia avança no Donbass após fim do cerco à Mariupol

Ataque realizado neste sábado em Luhansk é tentativa de tomar última região do leste que ainda está sob controle ucraniano

  • Por Jovem Pan
  • 21/05/2022 07h18
REUTERS /Alexander Ermochenko Soldados ucranianos escoltados Ônibus transportava militares das forças armadas ucranianas, que se renderam na siderúrgica sitiada em Azovstal, vai embora sob escolta de militares pró-Rússia durante o conflito Ucrânia-Rússia, em Mariupol; registro foi feito na última sexta-feira, 20

Após reivindicar a vitória na batalha de Mariupol, no sudeste da Ucrânia, a Rússia pressionou pelo controle da reigão do Donbass, no leste do país, lançando uma grande ofensiva na província de Luhansk neste sábado, 21. O território do Donbass possui guerrilhas pró-Rússia e de ideologias separatistas, além de regiões que se autointitularam repúblicas independentes, como no caso da própria Luhansk e também de Donetsk, com o apoio do presidente russo, Vladimir Putin. O ataque realizado pelos russos nesse sábado é uma tentativa de tomar o controle do último território remanescente sob as forças ucranianas na região.

Serhiy Gaidai, governador da região de Luhansk, disse em um post de mídia social no início deste sábado que a Rússia estava tentando destruir a cidade de Sievierodonetsk, com combates ocorrendo nos arredores da cidade. “O bombardeio continua de manhã à noite e também durante a noite”, disse Gaidai em uma postagem de vídeo no aplicativo de mensagens Telegram. Capturar as províncias de Luhansk e Donetsk, muitas das quais compõem a região industrial de Donbass, na Ucrânia, permitiria a Moscou reivindicar uma vitória depois de anunciar no mês passado que esse era agora seu objetivo. Nas primeiras horas do dia, sirenes de ataques aéreos soaram em grande parte da Ucrânia, inclusive na região da capital Kiev e no porto de Odesa, no sul.

*Com informações da Reuters