Rússia ultrapassa a China com 87 mil casos confirmados de coronavírus

  • Por Jovem Pan
  • 27/04/2020 10h26 - Atualizado em 27/04/2020 10h26
EFE/EPA/SERGEI ILNITSKYA Rússia tem como principal foco a capital, Moscou. Desde o domingo (26), a cidade contabilizou 2.871 casos

A Rússia já diagnosticou mais de 87 mil casos de coronavírus, superando a China, que contabiliza 83.912 infectados desde o início da pandemia, segundo os dados coletados pela Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos.

No último balanço diário, o governo russo confirmou 6.198 novos casos da doença, elevando para 87.147 o total de contágios registrados no país. Entretanto, a Rússia registrou 794 pessoas mortes, quantidade bem menor do que o território chinês.

A Rússia tem como principal foco a capital, Moscou. Desde o domingo (26), a cidade contabilizou 2.871 casos, o que eleva para 45.351 o total de infectados. Por outro lado, o país já realizou mais de 3 milhões de exames, segundo o governo.

Em entrevista ao jornal “Argumenti y Fakti”, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, afirmou que a Rùssia ainda não atingiu o pico de contágios. Segundo ele, este momento deverá chegar em meados de maio.

*Com informações da EFE