Em Portugal, Santuário de Fátima é invadido por dois peregrinos

  • Por Jovem Pan
  • 13/05/2020 08h12
EFE/EPA/PAULO NOVAISO Santuário é um dos maiores centros de peregrinação da Europa. O complexo recebeu cerca de 200 mil pessoas em maio de 2019 para as celebrações

O Santuário de Fátima, em Portugal, foi invadido por dois peregrinos na terça-feira (12). Um homem e uma mulher pularas as grades que fecham o local, que não está aberto por causa da pandemia da Covid-19.

Um homem, que segurava um quadro com uma imagem religiosa, entrou irregularmente na área do santuário pouco antes do início das celebrações da oração do Rosário e da Procissão das Velas. Segundo Carmo Rodeia, diretora de comunicação do complexo, ele correu em direção à Capelinha das Aparições, mas foi interceptado por seguranças e levado para um quartel da Guarda Nacional Republicana (GNR).

Além dele, uma mulher que carregava uma cruz também foi detida pela GNR por tentar invadir o santuário, que pela primeira vez em sua história celebra um aniversário da aparição da Virgem de Fátima, ocorrida em 1917, sem a presença de fiéis. A Guarda não revelou se há ligação entre os dois invasores.

O Santuário de Fátima é um dos maiores centros de peregrinação da Europa. No ano passado, o complexo reuniu cerca de 200 mil pessoas em maio para as celebrações.

*Com informações da EFE