Secretário de Estado dos EUA acusa Rússia de envolvimento em ataque cibernético

A Rússia nega responsabilidade e não há nenhuma evidência conhecida apontando para a China

  • Por Jovem Pan
  • 19/12/2020 16h33
Chris Kleponis/EFEAfirmação foi feita por Pompeo durante entrevista.

O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, culpou explicitamente a Rússia pelo ataque cibernético a várias agências do governo dos Estados Unidos e corporações, como Google e Microsoft. “Este foi um esforço muito significativo, e acho que agora podemos dizer com bastante clareza que foram os russos que se envolveram nessa atividade”, disse Pompeo em uma entrevista com o locutor de rádio Mark Levin. Já o presidente americano Donald Trump minimizou o envolvimento da Rússia, diferindo de seu principal diplomata, que tem sido um aliado leal. Além de Pompeo, autoridades da inteligência dos EUA falaram em particular, que especialistas que investigam o ataque e legisladores informados sobre ele disseram que provavelmente foi conduzido pela Rússia. A Rússia nega responsabilidade. Não há nenhuma evidência conhecida apontando para a China.

Em meio à crise entre os EUA e a Rússia, Pompeo ordenou que os últimos consulados americanos no país europeu fossem fechados. “A decisão faz parte dos esforços contínuos do Departamento de Estado para garantir o funcionamento seguro da missão diplomática dos EUA na Federação Russa”, disse uma porta-voz do departamento, que também não especificou se os consulados serão fechados antes da tomada de posse do presidente eleito dos EUA, Joe Biden, em 20 de janeiro. O fechamento dos consulados deixará os Estados Unidos com apenas um posto diplomático na Rússia: a embaixada em Moscou.

*Com informações do Estadão Conteúdo