Segundo maior radiotelescópio do mundo desaba em Porto Rico; veja vídeo

Após enfrentar furacões, terremotos e tempestades tropicais ao longo de 57 anos, o instrumento do Observatório de Arecibo teve os cabos rompidos e acabou despencando

  • Por Jovem Pan
  • 03/12/2020 17h25 - Atualizado em 03/12/2020 17h51
Reprodução Twitter NSFA National Science Foundation, responsável pelo radiotelescópio, lamentou o ocorrido e informou que ninguém ficou ferido

O radiotelescópio do Observatório de Arecibo, em Porto Rico, desabou depois de ter os cabos rompidos nesta terça-feira, 1º. A estrutura que guardava o instrumento pesava mais de 900 toneladas e causou um estrondo ao cair. Felizmente, não houve feridos. Construído na década de 1960 para rastrear asteroides e servir de apoio para outras pesquisas astronômicas, ele suportou furacões, terremotos e chuvas tropicais, mas já começava a apresentar problemas em sua estrutura.

No início de novembro, as autoridades científicas dos Estados Unidos anunciaram o fechamento do observatório depois que um dos cabos principais da instalação se rompeu. Antes da pandemia de coronavírus, o espaço costumava receber 90 mil visitantes por ano, além de alunos de pós-graduação que realizavam treinamentos com o radiotelescópio. Recentemente, o observatório também estava sendo utilizado por cientistas para pesquisar planetas potencialmente habitáveis. Imagens gravadas por um drone, divulgadas nesta quinta-feira, 3, pela Fundação Nacional de Ciências dos Estados Unidos, mostra o momento em que a estrutura foi ao chão.

Assista: