Sete pessoas morrem após naufrágio no Rio Danúbio

Barco de turismo se chocou com outra embarcação, no trecho do rio diante do Parlamento húngaro, por volta das 22 horas no horário local

  • Por Jovem Pan
  • 30/05/2019 09h46
Agência EFEPelo menos sete pessoas morreram nesta quarta-feira (29) no naufrágio de um barco de turismo no Rio Danúbio, na altura de Budapeste, na Hungria

Pelo menos sete pessoas morreram nesta quarta-feira (29) no naufrágio de um barco de turismo no Rio Danúbio, na altura de Budapeste, na Hungria. A embarcação levava 33 pessoas, sendo 30 turistas e um guia turístico sul-coreanos, um guia local e um fotógrafo.

De acordo com o ministro das Relações Exteriores da Coreia do Sul, sete pessoas foram resgatadas e dezenove continuam desaparecidas. “Sete pessoas foram hospitalizadas em situação estável com hipotermia e sintomas de comoção, e nossos serviços constataram a morte de outras sete pessoas”, informou o porta-voz do Serviço Nacional de Ambulâncias da Hungria, Pál Györfi.

De acordo com Györfi, que concedeu entrevista à rede de televisão pública M1, os sete resgatados foram levados para hospitais. Mergulhadores estão em busca dos desaparecidos.

Segundo o M1, o barco Hableány se chocou com outra embarcação, no trecho do rio diante do Parlamento húngaro, por volta das 22h (17h em Brasília).

O nível do Danúbio está maior pelas chuvas dos últimos dias, o que torna a correnteza mais forte e dificulta o trabalho das unidades de socorro que participam do resgate. Budapeste teve fortes chuvas nos últimos dias, e a previsão de meteorologistas é de que o panorama continue nos próximos.

Mihály Tóth, porta-voz da empresa Panoráma Deck, proprietária do barco naufragado, disse que a embarcação não tinha problemas técnicos. “Era um passeio turístico de rotina. Não sabemos o que aconteceu. As autoridades estão investigando. Só sabemos que afundou rápido”, disse.

O presidente sul-coreano, Moon Jae-in, determinou “o emprego de todos os recursos disponíveis” para o resgate, informou seu gabinete.

*Com informações do Estadão Conteúdo