Sri Lanka erra contagem de vítimas de ataques e revisa número de mortos de 359 para 253

  • Por Jovem Pan
  • 25/04/2019 15h27
SHAHZAIB AKBER / EFEAutoridades disseram que explosões de corpos dificultaram contagem

As autoridades do Sri Lanka revisaram o número de vítimas dos ataques coordenados a igrejas e hotéis no Domingo de Páscoa, 21. O governo tinha falado inicialmente em 359 mortos três dias após os episódios. Agora, o número foi revisado para 253.

O diretor geral de serviços de saúde do país citou a dificuldade em identificar vítimas devido à natureza das explosões, algumas das quais aconteceram em lugares pequenos e fechados e deixaram corpos em pedaços.

“O número de mortos é pelo menos 253, nossas primeiras estimativas eram de 290, mas será reduzida para 253”, disse o diretor de saúde, citado pelo jornal The Guardian. “Portanto, notícias que dizem 359 não estão corretas”, afirmou.

A contagem precisa em cada local de explosão ainda não está clara, mas o ataque à igreja St Sebastian em Negombo, uma cidade ao norte da capital Colombo, parece ser o que deixou mais mortos, cerca de 110.

Uma revisão para baixo no número de mortos significa que o ataque já não é o maior reivindicado pelo Estado Islâmico. Uma série de ataques coordenados em Bagdá, capital do Iraque, em 2016, deixou 340 mortos, enquanto uma explosão seguida de um tiroteio em massa reivindicado pelo EI numa mesquita no deserto do Sinai em 2017 deixou 311 vítimas fatais.