Supremo dos EUA reintegra parcialmente proibição de viagem de Trump

  • Por Estadão Conteúdo
  • 20/07/2017 07h59
WAS01 WASHINGTON DC (ESTADOS UNIDOS) 11/04/2017.- El presidente estadounidense, Donald J. Trump, participa en un debate sobre políticas y estrategia con presidentes de compañías en la Biblioteca del Departamento de Estado en Washington DC (Estados Unidos) hoy, 11 de abril de 2017. EFE/Olivier Douliery / PoolMas em uma vitória parcial para Trump, os juízes disseram que o governo pode seguir com os planos de proibir a viagem de um amplo grupo de refugiados

A Suprema Corte dos Estados Unidos reintegrou parte dos últimos planos do presidente Donald Trump para implementar sua proibição de viagem temporária, nesta quarta-feira.

Em uma ordem judicial de uma página, a corte disse que o governo Trump não pode proibir viagens de pessoas de seis países de maioria muçulmana que sejam avós, tios e outros membros das famílias de residentes nos EUA.

Mas em uma vitória parcial para Trump, os juízes disseram que o governo pode seguir com os planos de proibir a viagem de um amplo grupo de refugiados.