Suspeito de 26 anos é indiciado por envolvimento no atentado de Estrasburgo

  • Por Jovem Pan
  • 18/05/2019 07h53
EFEAtentado em Estrasburgo deixou cinco mortos

Um homem de 26 anos, detido esta semana por sua relação com o fornecimento de armas ao autor do atentado do mercado de Natal de Estrasburgo, no ano passado, foi indiciado por infringir a legislação em matéria de armas em associação com um grupo terrorista, informaram neste sábado (18) fontes judiciais da França.

O suspeito foi detido na terça-feira (14) junto a outras quatro pessoas, dois homens e duas mulheres de entre 23 e 46 anos que foram libertadas posteriormente, segundo as mesmas fontes.

A operação policial é consequência das investigações sobre as armas que foram encontradas com Cherif Chekatt após seu ataque no centro de Estrasburgo, no leste da França, no qual cinco pessoas foram assassinadas e outras 11 ficaram feridas. Na casa de Chekatt havia munição e uma granada.

O terrorista tinha antecedentes como criminoso comum e estava fichado pelos serviços secretos por radicalismo islâmico detectado durante sua passagem pela prisão. Chekatt foi abatido em Estrasburgo dois dias depois do atentado pelas forças de segurança.

Quatro homens já foram indiciados e presos anteriormente nesta investigação, o primeiro em 17 de dezembro, um amigo de Chekatt. Os outros três, membros da mesma família, foram indiciados em fevereiro pelas suspeitas de que foram eles que proporcionaram o revólver utilizado no atentado.

*Com EFE