Tailândia: testes em humanos de vacina contra covid-19 podem começar em novembro

Estudo avança após resultados positivos em macacos

  • Por Jovem Pan
  • 12/07/2020 20h30
Tânia Rêgo/Agência BrasilSe os testes forem bem sucedidos, pesquisadores esperam ter a vacina no próximo ano

Pesquisadores da Tailândia vão começar a testar em novembro uma vacina contra a covid-19. Caso a tentativa seja bem sucedida, os pesquisadores esperam que o medicamento possa ser distribuído no próximo ano.

Após resultados positivos com macacos em maio, dois tipos de vacinas serão enviados para San Diego, nos Estados Unidos, e Vancouver, no Canadá, para produzir 10 mil doses até novembro, de acordo com Kat Ruxrungtham, diretor do centro de pesquisa de vacinas da Universidade de Chulalongkorn, em Bangcoc.

Desenvolvida em colaboração com a Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, a vacina será testada em uma primeira fase em cerca de 100 pessoas, divididas em dois grupos. No primeiro, doses diferentes serão inoculadas em um grupo de indivíduos entre 18 e 60 anos. Depois, em outro grupo com idades entre 60 e 80 anos.

Se os resultados da primeira fase forem positivos, será realizada uma segunda fase, na qual a amostra será expandida para um grupo que pode ter de 500 a mil pessoas.

Por enquanto, os pesquisadores não aceitam voluntários, uma vez que os testes aguardam a aprovação das autoridades competentes. Caso eles sejam bem sucedidos, espera-se que a empresa BioNet-Asia possa produzir a vacina em grande escala a partir do terceiro ou quarto trimestre de 2021.

A Tailândia foi o primeiro país a detectar um caso de covid-19 fora da China, epicentro da pandemia, mas até agora conseguiu contê-la fechando fronteiras e com o uso de máscaras, com 3.217 casos confirmados e 58 mortes.

* Com Estadão Conteúdo