Trânsito livre entre Reino Unido e UE acabará em março de 2019, diz governo

  • Por Estadão Conteúdo
  • 31/07/2017 10h02
WOL001. London (United Kingdom), 04/06/2017.- British Prime Minister Theresa May delivers a statement on the previous night's terrorist incident, at Downing Street, in London, Britain, 04 June 2017. At least seven members of the public were killed and dozens injured after three attackers on late 03 June plowed a van into pedestrians and later randomly stabbed people on London Bridge and nearby Borough Market. The three attackers wearing fake suicide vests were shot dead by police who is treating the attack as a 'terrorist incident.' (Londres, Atentado, Terrorista) EFE/EPA/WILL OLIVERO governo de May está dividido em relação ao Brexit e ministros têm emitido sinais mistos

O escritório da primeira-ministra britânica, Theresa May, anunciou nesta segunda-feira (31) que o trânsito livre entre o Reino Unido e países da União Europeia acabará em março de 2019, quando o país deixar o bloco. Porém, ainda há incerteza sobre como funcionará a imigração após essa data.

De acordo com o porta-voz da primeira-ministra, James Slack, “outros elementos do sistema de imigração pós-Brexit serão tratados no momento adequado”.

O governo de May está dividido em relação ao Brexit e ministros têm emitido sinais mistos.

Na semana passada, o chefe do Tesouro, Philip Hammond, disse que o Reino Unido vai cumprir algumas regras da União Europeia por até três anos após 2019, sugerindo algum tipo de continuidade do trânsito livre.

No entanto, o Secretário de Comércio, Liam Fox, disse que o governo ainda não chegou a uma posição sobre a política imigratória depois do Brexit.