Trump diz que continua tendo ‘confiança’ em Kim Jong-un

“Tenho confiança de que o presidente Kim manterá a promessa que me fez”, acrescentou Trump

  • Por Jovem Pan
  • 26/05/2019 08h22
EFE"A Coreia do Norte testou algumas armas pequenas, que inquietaram alguém de minha equipe e outros, mas não a mim", escreveu Trump

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reiterou neste domingo (26), horário local, em Tóquio sua “confiança” no líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, apesar dos mais recentes lançamentos de mísseis de testes feitos pelo regime de Pyongyang.

“A Coreia do Norte testou algumas armas pequenas, que inquietaram alguém de minha equipe e outros, mas não a mim”, escreveu na sua conta do Twitter o presidente americano, que está em visita oficial ao Japão.

“Tenho confiança de que o presidente Kim manterá a promessa que me fez”, acrescentou Trump.

A Coreia do Norte lançou nos dias 4 e 9 de maio vários mísseis balísticos de curto alcance, em testes que foram supervisionadas pelo ditador norte-coreano. Para alguns países, incluindo o Japão, estas operações violam as resoluções das Nações Unidas.

Em seu tuíte, Trump também comentou sobre as recentes críticas norte-coreanas ao ex-vice-presidente americano, Joe Biden, que foi acusado por Pyongyang de ser um “tolo de baixo coeficiente intelectual”.

As críticas feitas pela imprensa norte-coreana surgiram depois que Biden acusou Trump de fazer dos Estados Unidos uma nação “que abraça ditadores como (Vladimir) Putin e Kim Jong-un”.

Um artigo da agência oficial “KNCA” afirmou que Biden é um “imbecil desprovido de qualidades elementares como ser humano”.

Ao referir-se a essas críticas, Trump escreveu no seu Twitter que tinha sorrido “quando a Coreia do Norte disse que Joe Bidan (sic) disse que era um indivíduo com baixo coeficiente intelectual, e pior”.

“Talvez esteja me enviando um sinal?”, acrescentou o presidente americano, se referindo ao ditador norte-coreano.

Trump tinha programado disputar neste domingo uma partida de golfe com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, e em seguida assistirá à final de um torneio de sumô.

*Com Agência EFE