Inocentado em processo de impeachment, Trump diz que passou por ‘terrível provação’

  • Por Jovem Pan
  • 06/02/2020 14h20
EFEO presidente norte-americano Donald Trump

Em sua primeira aparição pública após a absolvição no processo de impeachment ao qual foi submetido no Senado, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta quinta-feira (6) que passou por uma “terrível provação lançada por pessoas corruptas” que “causou muitos danos” ao país.

“Como todos sabem, minha família, nosso grande país e seu presidente tiveram que passar por uma terrível provação, conduzida por pessoas muito desonestas e corruptas, que fizeram todo o possível para nos destruir e, portanto, causaram muitos danos à nossa nação”, disse em discurso no National Prayer Breakfast, em Washington.

“Eles sabem que o que estão fazendo está errado, mas se colocam à frente do nosso grande país”, completou o presidente.

Trump ainda sorriu ao mostrar uma cópia do jornal “The Washington Post”, cuja manchete dizia “Trump absolvido”.

Sobre o processo de impeachment

Após mais de quatro meses de um processo iniciado em setembro do ano passado, quando a investigação foi aberta, o roteiro foi cumprido conforme o esperado e os senadores, que atuaram como “jurados”, inocentaram Trump.

Primeiro, eles votaram na acusação de abuso de poder, onde um total de 52 legisladores declarou o presidente inocente, em comparação com 48 outros que o consideraram culpado.

Apenas um republicano considerou Trump culpado: Mitt Romney, que representa o estado de Utah, e se tornou o primeiro senador na história do país a apoiar a saída de um presidente de seu mesmo partido em um processo de impeachment.

Na segunda acusação, obstrução do Congresso, um total de 53 legisladores – todos republicanos – decidiram que Trump era inocente, em comparação com 47 – todos os democratas – que o consideravam o presidente culpado.

*Com EFE