Trump pede para partido republicano revogar Obamacare

  • Por Agência Brasil
  • 18/07/2017 08h13
TRU37 WASHINGTON (ESTADOS UNIDOS) 21/02/ 2017.- El presidente de los Estados Unidos, Donald J. Trump, habla para los medios tras finalizar su visita al Museo de Historia y Cultura Afroamericana, en Washington (Estados Unidos), hoy, 21 de febrero de 2017. EFE/Kevin Dietsch **Pool**"Os republicanos devem simplesmente revogar o falido Obamacare e agora trabalhar em uma nova reforma da saúde. Os democratas se unirão", disse Trump, ontem (17) através da sua conta pessoal numa rede social

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pediu  aos republicanos que “simplesmente revoguem” a reforma da saúde promulgada por seu antecessor, Barack Obama, e iniciem o trabalho do zero, após o bloqueio criado nas fileiras conservadoras, incapazes de chegar a um acordo sobre uma proposta alternativa.

“Os republicanos devem simplesmente revogar o falido Obamacare e agora trabalhar em uma nova reforma da saúde. Os democratas se unirão”, disse Trump, ontem (17) através da sua conta pessoal numa rede social.

A mensagem foi divulgada após o presidente saber que a oposição de alguns senadores do seu próprio partido fez fracassar mais uma vez a proposta da saúde republicana para revogar e substituir o Obamacare.

Os senadores que anunciaram sua oposição à proposta são Mike Lee e Jerry Moran, que se uniram assim a Susan Collins e Rand Paul. Os quatro republicanos viraram as costas para o texto.

Com a oposição dos quatro republicanos e os 48 senadores democratas unidos em bloco contra a revogação do Obamacare, os votos favoráveis à nova proposta ficariam abaixo dos 50 necessários.

Apesar de diversas tentativas, mesmo com a maioria republicana nas duas câmaras, Trump não conseguiu aprovar a revogação e substituição da reforma da saúde de Obama, uma das grandes promessas eleitorais do magnata.

Segundo estudos independentes do escritório de Orçamento do Congresso, entre 22 e 24 milhões de pessoas perderiam seus planos de saúde nos próximos dez anos com as propostas dos republicanos.