Trump reconhece oposicionista da Venezuela como presidente interino

  • Por Jovem Pan
  • 23/01/2019 17h10
EFE"O povo da Venezuela tem se pronunciado de modo corajoso contra Maduro", disse o presidente dos EUA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconheceu Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela, em comunicado distribuído nesta quarta-feira (23). No texto, Trump afirma que a Assembleia Nacional usou poder “legítimo” para invocar a Constituição e declarar o ditador Nicolás Maduro como “ilegítimo”.

“O povo da Venezuela tem se pronunciado de modo corajoso contra Maduro e seu regime e exigido liberdade e o Estado de Direito”, afirma a nota divulgada pela Casa Branca. Maduro assumiu segundo mandato presidencial há duas semanas e não reconhece a “legitimidade” do parlamento, que tem a maioria oposicionista.

Trump afirma que vai continuar a usar “o peso do poder econômico e diplomático dos EUA para pressionar pela restauração da democracia venezuelana”. Ele ainda “encoraja” outros governos a reconhecer Guaidó como presidente e trabalhar de modo construtivo em apoio aos esforços do parlamentar para “restaurar a legitimidade constitucional”.

“Nós continuamos a considerar o ilegítimo regime de Maduro como diretamente responsável por quaisquer ameaças que possam se apresentar à segurança do povo venezuelano”, afirma Trump. “Seguirmos unidos e firmes por uma Venezuela democrática e livre.” O governo brasileiro ainda não se manifestou sobre essa questão.

No Twitter, o presidente e o secretário de Estado dos EUA reforçaram esse posicionamento.

 

*Com informações do Estadão Conteúdo