Trump volta a fazer críticas aos democratas pouco antes de votação no Senado

  • Por Estadão Conteúdo
  • 22/01/2018 15h28
EFE/CHUNG SUNG-JUN/POOLOs democratas paralisaram o nosso governo, seguindo o interesse da base de extrema esquerda. Eles não querem continuar com isso, mas são impotentes!", afirmou o presidente americano

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a fazer críticas aos democratas nesta segunda-feira, momentos antes da votação no Senado de um projeto de financiamento até 8 de fevereiro que pode pôr fim à paralisação do governo federal, iniciada no último sábado.

“Os democratas estão recusando uma medida que seja favorável aos serviços e à segurança para os cidadãos em favor de serviços e segurança para os não-cidadãos americanos. Isso não é bom! Os democratas paralisaram o nosso governo, seguindo o interesse da base de extrema esquerda. Eles não querem continuar com isso, mas são impotentes!”, afirmou o presidente americano em seu perfil no Twitter.

Com maioria restrita no Senado, de 51 votos, o Partido Republicano precisa de ao menos nove senadores da oposição para aprovar uma medida orçamentária, avaliando um cenário em que todos os republicanos votem a favor do mesmo texto – o que não ocorreu na última sexta-feira, resultando na paralisação do governo. Nesse cenário, Trump pediu novamente que o líder republicano no Senado, Mitch McConnell, acione a “opção nuclear”, que permitiria a aprovação de uma medida de orçamento por maioria simples. McConnell já afirmou ser contra usar o artifício.