Turistas brasileiros são impedidos de voltar da Venezuela e dormem em consulado

  • Por Jovem Pan
  • 26/02/2019 14h38 - Atualizado em 26/02/2019 18h46
EFEBrasileiros foram impedidos de atravessar a fronteira

Um grupo de turistas brasileiros passou a madrugada desta terça-feira, 26, no vice-consulado do Brasil em Santa Elena do Uairén, cidade venezuelana na fronteira com Roraima. Eles tentavam retornar ao país mas não foram autorizados.

A fronteira do Brasil com a Venezuela foi fechada após determinação de Nicolás Maduro na última quinta-feira, 21. A ordem de Maduro foi dada para impedir a entrada de ajuda humanitária enviada do Brasil aos venezuelanos. O ditador se antecipou à ação articulada por opositores do chavismo e liderada pelo autodeclarado presidente interino Juan Guaidó.

O vice-consulado aguarda um comunicado de Caracas para iniciar o traslado do grupo em ônibus. Apenas com autorização os militares chavistas podem abrir passagem na fronteira.

Turistas que faziam compras ou visitavam amigos dormiram no chão do vice-consulado para não perder a preferência na fila de inscrições. Aproximadamente 70 turistas devem voltar ao Brasil nos próximos dias.

Vinte e cinco pessoas que faziam turismo no Monte Roraima, que também ficaram retidas em Santa Elena, já conseguiram retornar.

Com uma autorização especial obtida após apelos diplomáticos e tratativas militares, eles foram escoltados pela Guarda Nacional Bolivariana (GNB) até o lado brasileiro da fronteira.

A situação na fronteira gerou conflitos que deixaram, segundo autoridades locais, 25 mortos e mais de 80 feridos.

*Com informações do Estadão Conteúdo