Turquia anuncia prisão da esposa de Al Baghdadi na Síria

Sem fornecer detalhes sobre a prisão, o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, anunciou também que a irmã de Al Baghdadi e seu marido, além da cunhada e cinco filhos também foram capturados

  • Por Jovem Pan
  • 06/11/2019 16h46
ReproduçãoLíder do Estado Islâmico, Abu Bakr al-Baghdadi, morto em outubro após ofensiva dos Estados Unidos

As forças da Turquia capturaram na Síria, a esposa de Abu Bakr al-Baghdadi, líder do grupo terrorista Estado Islâmico (EI), que morreu há menos de duas semanas durante uma operação dos Estados Unidos, anunciou nesta quarta-feira (6) o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.

“Baghdadi cometeu suicídio em um túnel. Eles [Estados Unidos] fizeram uma grande campanha de comunicação com isto. Nós prendemos sua esposa, mas não fizemos nenhum alarde sobre isso”, afirmou o presidente, durante um discurso em Ancara, capital do país.

Ainda nesta terça (5), a Turquia anunciou a captura da irmã do terrorista, Rasmiya Awad, 65 anos, além de seu marido, cunhada e cinco filhos, perto de Azaz, cidade síria que fica a 15 quilômetros da fronteira turca. Erdogan repetiu essa informação nesta quarta, mas sem fornecer novos detalhes.

O presidente disse que Rasmiya foi levada após sua detenção para um centro de deportação e que “um processo legal” foi iniciado nesse sentido.

Os EUA anunciaram no dia 27 de outubro a morte de Baghdadi durante uma operação das forças especiais americanas na Síria, e o próprio EI confirmou a notícia na última quinta.

*Com informações da EFE