União Europeia quer definir acordo comercial com Mercosul antes da posse de Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 04/11/2018 15h03
ReproduçãoDeputado europeu disse estar preocupado com futuro do acordo entre Mercosul e UE

A intenção da União Europeia (UE) é fechar algum tipo de acordo comercial com o Mercosul ainda durante do governo de Michel Temer (MDB), segundo o presidente da delegação do Parlamento Europeu para o assunto, deputado Francisco Assis.

Em negociação há cerca de 20 anos, o tema ganhou força depois que a equipe do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) afirmou que bloco sul-americano não será prioridade do novo governo. O acordo seria o mais importante já feito pelos europeus.

“Há uma enorme incógnita sobre qual será o futuro do Mercosul e, portanto, sobre como ocorrerá essa relação de negociação com a União Europeia”, declarou Assis – membro do Partido Socialista português. O acordo será pautado na próxima reunião da UE, quarta-feira (7).

O acordo comercial enfrenta resistência de grupos protecionistas da Europa. A última rodada de negociações, em setembro, foi interrompida sem que os dois lados chegassem a uma conclusão sobre tarifas para produtos como a carne bovina sul-americana e os laticínios europeus.

Na campanha eleitoral, Bolsonaro defendeu acordos bilaterais com países desenvolvidos e criticou a política externa do PT, que priorizou acordos com países africanos, sul-americanos e asiáticos. Futuro ministro da Economia, Paulo Guedes afirmou que a criação do Mercosul foi ideológica.

*Com informações do Estadão Conteúdo