‘Vaquinha’ para reconstrução da Notre-Dame chega a R$ 4 bilhões

  • Por Jovem Pan
  • 18/04/2019 18h02
EFEEntre as empresas doadoras está a gigante de tecnologia Apple

As três famílias mais ricas da França vão doar, juntas, 500 milhões de euros para a reconstrução da Catedral de Notre-Dame, atingida por um incêndio na última segunda-feira, 15. Com essa quantia, a “vaquinha” chega quase a 1 bilhão de euros.

Esses 500 milhões são do grupo LVMH, da Kering e L’Oreal. Outras empresas de cosméticos, como Dior e Chanel, também anunciaram doações. Já a petrolífera Total (TOT) prometeu prometeu um chegue de 100 milhões de euros. O banco Crédit Agricole, Vinci e Michelin anunciaram outras contribuições, que vêm de toda parte da França, inclusive de católicos comuns.

Até o CEO da Apple, Tim Cook, anunciou no Twitter que a empresa vai ajudar na “vaquinha”. “A Apple vai doar para a reconstrução da preciosa herança da Notre Dame para futuras gerações”, escreveu.

Com a doação da Apple, a expectativa é que o valor ultrapasse um bilhão de euros ainda nesta semana, o que equivale a mais de R$ 4,4 bilhões.