Venezuela: Supremo autoriza processo contra vice-presidente do parlamento por ‘conspiração’

  • Por Jovem Pan
  • 02/05/2019 21h15
CARLOS GARCIA RAWLINS/REUTERSPara TSJ, Édgar Zambrano é suspeito nos crimes de traição à pátria, conspiração, instigação à insurreição, rebelião civil, associação criminosa, usurpação de funções e instigação pública à desobediência das leis

O Tribunal Supremo de Justiça (TSJ) da Venezuela autorizou nesta quinta-feira, 2, a abertura de um processo contra o vice-presidente do parlamento, Édgar Zambrano, por responsabilidade nos crimes de traição à pátria, conspiração, instigação à insurreição, rebelião civil, associação criminosa, usurpação de funções e instigação pública à desobediência das leis.

A sentença determina que a decisão seja enviada Assembleia Nacional Constituinte, um fórum que boa parte da comunidade internacional não reconhece.

Zambrano, cujo paradeiro é desconhecido, estava na madrugada da última terça-feira, 30, ao lado do líder do parlamento, Juan Guaidó, do líder opositor Leopoldo López e de cerca de 20 militares durante um pronunciamento nos arredores de uma base aérea em Caracas, no qual tentaram incitar integrantes das forças armadas a desafiar Maduro.

*Com EFE