Vídeo mostra suásticas em soldados ucranianos que estavam entrincheirados em Mariupol; veja

Imagens divulgadas no último sábado, 21, foram feitas pela Rússia no momento em que os homens se rendiam e eram revistados

  • Por Jovem Pan
  • 23/05/2022 12h14
Reprodução/Twitter/@CrozeraMarco suástica em soldado de Azov, Mariupol Tatuagens de suásticas e outros símbolos nazistas foram encontradas nos corpos dos soldados ucranianos rendidos que estavam em Mariupol

Um vídeo do Ministério da Defesa da Rússia mostra a rendição do último grupo de forças ucranianas entrincheirado na siderúrgica Azovstal, em Mariupol, no sudeste da Ucrânia. As imagens publicadas no último sábado, 21, pela agência de notícias Reuters mostram uma fila de homens desarmados se aproximando de soldados russos do lado de fora da fábrica, dando seus nomes e sendo revistados. No vídeo é possível ver várias tatuagens de suásticas e outros símbolos nazistas nos agentes do batalhão de Azov. Uma das tatuagens mostra uma suástica nazista em cima da bandeira ucraniana azul e amarela. O vídeo já circula nas redes sociais [veja abaixo].

Segundo o Ministério da Defesa russo, o grupo era composto por 531 soldados, entre eles Serhiy Volynskiy, o comandante da 36ª Brigada Especial de Fuzileiros Navais da Marinha Ucraniana, que também aparece no vídeo. Moscou afirma desde o início da guerra que está tentando “desnazificar” a Ucrânia e que luta contra o regimento “nazista” de Azov. A unidade, formada em 2014 como uma milícia para combater separatistas apoiados pela Rússia, nega ser nazista ou fascista, e a Ucrânia diz que foi reformada a partir de suas origens nacionalistas radicais.