Antes de visitar o Japão, papa pede o fim da utilização de armas nucleares

Esta é a 32ª viagem internacional do papa Francisco e sua quarta para a Ásia. Nesta terça-feira (19), ele deve visitar a Tailândia e depois seguirá para o Japão

  • Por Jovem Pan
  • 18/11/2019 14h18
EFEPapa Francisco

O papa Francisco enviou nesta segunda-feira (18) uma mensagem em vídeo por ocasião de sua viagem à Ásia, onde visitará a Tailândia e Japão, pedindo o fim da utilização das armas nucleares.

Nesta terça (19), Francisco estará na Tailândia, onde relançará o diálogo com os budistas e depois seguirá para o Japão, visitando as cidades de Nagasaki e Hiroshima, atingidas pelos atentados atômicos de 1945. Na ocasião, ele clamará pelo desarmamento nuclear.

“O tema escolhido para a minha visita é ‘Proteger toda a Vida’. Esse forte instinto, que ressoa em nossos corações, de defender o valor e a dignidade de cada ser humano, adquire particular importância diante das ameaças à convivência pacífica que hoje o mundo deve enfrentar, especialmente nos conflitos armados”, afirmou.

No vídeo, o pontífice lembrou que o Japão está “muito consciente do sofrimento causado pela guerra” e considerou “imoral” o uso de armas nucleares.

Francisco espera que sua visita encoraje o povo japonês “no caminho do respeito mútuo e do encontro que leve a uma paz segura e duradoura, que não se volte atrás”.

No vídeo enviado na última sexta aos tailandeses, o papa elogiou o trabalho feito pelo país para “promover a harmonia e convivência pacífica, não apenas entre seu povo, mas em toda a região do sudeste asiático”.

Esta é a 32ª viagem internacional do papa e sua quarta para a Ásia, onde ele já visitou a Coreia do Sul em 2014; Sri Lanka e Filipinas em 2015; e Mianmar e Bangladesh em 2017.

*Com informações da EFE