Volkswagen é condenada a indenizar cliente enganado pela empresa

  • Por Jovem Pan
  • 25/05/2020 12h38
EFE/EPA/FILIP SINGERA Volkswagen pagará indenização a cliente enganado

A Volkswagen foi condenada pela Suprema Corte da Alemanha a indenizar o proprietário de um veículo a diesel manipulado pela empresa para passar por testes de emissão de CO2.

A Volkswagen disse que a decisão esclarece grande parte dos 60 mil processos pendentes e que agora pretende chegar a um acordo com os autores a quem oferecerá uma indenização, a fim de chegar a um acordo extrajudicial. A ação faz parte do escândalo desencadeado em 2015, quando foi descoberto que a montadora estava manipulando dados de emissão de CO2 em veículos a diesel.

“A espera de um julgamento traz desvantagens significativas para ambas as partes. Um julgamento significa que o requerente deve, a prazo, devolver seu veículo à Volkswagen. No entanto, muitos querem mantê-lo porque funciona bem e não querem comprar um novo”, diz comunicado do grupo automotivo.

Embora se trate de uma queixa individual, a decisão judicial estabelece um precedente por ter sido proferida pelo Supremo Tribunal alemão e pelo reconhecimento do direito dos compradores à uma indenização.

A queixa foi apresentada pelo proprietário de um veículo da Volkswagen, fabricado em 2014 e a Justiça obriga que a empresa faça o reembolso total do preço inicial do veículo ao cliente – 31,5 mil euros (cerca de R$ 189 mil) -, por “danos morais deliberados”.

A Volkswagen, por sua vez, argumentou que o veículo poderia ser usado o tempo todo pelo proprietário, portanto, não há necessidade de pagar qualquer compensação.

*Com EFE