Votação do Brexit é adiada por May, que voltará a negociar acordo

  • Por Jovem Pan
  • 10/12/2018 15h40 - Atualizado em 10/12/2018 15h47
EFEPremiê cancelou a votação que aconteceria nesta terça, no parlamento britânico

A primeira-ministra britânica, Theresa May, afirmou nesta segunda-feira (10) que a votação do acordo para saída da União Europeia no parlamento do Reino Unido foi adiada por tempo indefinido. A premiê quer negociar mais garantias e tratar da fronteira entre as Irlandas. As regras para o Brexit definidas pelo governo e o bloco têm enfrentado resistência.

May argumentou que será preciso criar um mecanismo para evitar uma “fronteira física” entre a Irlanda e a Irlanda do Norte – o chamado “backstop”. Congressistas críticos à estratégia dizem que isso poderia se tornar permanente e um problema para a soberania nacional. O governo afirmou que vai voltar à UE para debater o tema de forma mais ampla.

Sem essas garantias e mudanças, segundo legisladores, o acordo não deve ser votado com sucesso. Na avaliação de Theresa May, não aceitar o documento aprovado por líderes europeus vai elevar o risco de saída sem qualquer tipo de pacto com a União Europeia, o que pode acarretar problemas imediatos à economia britânica.

A votação do Brexit no parlamento do Reino Unido deveria acontecer nesta terça (11), mas a premiê já previa uma derrota por “margem significativa”, o que motivou o adiamento. O presidente do Parlamento, John Bercow, questionou a manobra da colega conservadora. A oposição ao governo chegou a dizer que May “perdeu o controle”.

*Com informações do Estadão Conteúdo