WikiLeaks libera acesso a arquivo após prisão de Assange

  • Por Jovem Pan
  • 11/04/2019 18h07 - Atualizado em 11/04/2019 18h37
EFEJulian Assange foi preso nesta quinta-feira (11), em Londres

Após a prisão de Julian Assange, nesta quinta-feira (11), o WikiLeaks liberou acesso ao seu arquivo. Entre os dados divulgados, estão informações sobre o governo dos Estados Unidos e até sobre o senador Tasso Jereissati e a ex-senadora Roseana Sarney.

Os dados brutos trazem contratos, atas de reuniões e documentos. Muito material do arquivo, no entanto, já havia sido exposto pelo WikiLeaks. O arquivo está disponível aqui.

Prisão de Assange

Fundador do WikiLeaks, Julian Assange foi preso nesta quinta-feira na embaixada do Equador, em Londres. Assange, que estava abrigado na embaixada equatoriana desde 2012 para evitar extradição, esteve por trás de um dos maiores vazamentos de documentos secretos da história dos Estados Unidos.

O Serviço da Polícia Metropolitana afirmou que foi convidado pelo próprio embaixador a entrar na embaixada após a retirada do asilo político concedido pelo país sul-americano ao jornalista.