Wuhan realiza quase 10 milhões testes para covid-19 em apenas 15 dias

  • Por Jovem Pan
  • 02/06/2020 10h38
EFEA intenção era estimar o número de casos assintomáticos antes do retorno à normalidade em Wuhan, que a partir de abril começou a reabrir

A cidade de Wuhan, na China, onde foram registrados os primeiros casos da pandemia da covid-19, realizou quase 10 milhões de testes de ácido nucleico em apenas 15 dias. A informação foi divulgada nesta terça-feira as autoridades locais.

De acordo com a Comissão Municipal de Saúde de Wuhan, entre 14 de maio e 1º de junho, mais de 9,89 milhões de testes foram realizados como parte de uma campanha de detecção iniciada após um pequeno surto colocar as autoridades em alerta após várias semanas sem registro de infecções.

A intenção era estimar o número de casos assintomáticos antes do retorno à normalidade em Wuhan, que a partir de abril começou a reabrir fábricas, empresas e escolas após quase 11 semanas de rigoroso confinamento.

De acordo com o jornal oficial Global Times, as autoridades de saúde da cidade encontraram 300 pessoas que carregavam o coronavírus de forma assintomática, que ficaram sob observação, mas não confirmaram nenhum novo caso do vírus.

Wuhan gastou aproximadamente 900 milhões de yuans (cerca de R$ 676 milhões) nesta campanha, um custo que o governo municipal arcará em sua totalidade. Antes desta campanha, mais de três milhões de testes de ácido nucleico haviam sido realizados na cidade com cerca de 11 milhões de habitantes.

Embora se falasse inicialmente em testar todos os cidadãos, as autoridades recomendaram não realizá-los em crianças menores de 6 anos de idade, e foi dada prioridade às comunidades residenciais onde tinham ocorrido surtos anteriores, bem como a “prédios antigos e densamente povoados” de acordo com a agência de notícias estatal Xinhua.

*Com informações do Estadão Conteúdo