Wuhan reforça quarentena e fecha todos os complexos residenciais

  • Por Jovem Pan
  • 11/02/2020 10h57
EFE/EPA/ROMAN PILIPEYGoverno deu novas diretrizes para o combate do cornonavírus em Wuhan

O governo de Wuhan reforçou ainda mais a quarentena que a cidade está sujeita desde o último dia 23 de janeiro. Em uma lista publicada pela prefeitura da capital da província de Hubei, as novas diretrizes determinam o fechamento de todos os empreendimentos habitacionais para redução do fluxo de pessoas.

De acordo com o jornal chinês Global Times, barreiras foram instaladas em condomínios sem cercas, e as pessoas que estão trancadas em suas comunidades ainda poderão receber pedidos de alimentos e outros itens em suas casas.

Todos os edifícios com casos confirmados devem ser bloqueados. A população foi convocada para apoiar as medidas e desencorajar quem dificultar ou interferir na implementação.

Os cidadãos que apresentem os mínimos sinais da doença, como febre, estão sendo orientados a procurar o serviço médico dos centros de saúde mais próximos. O governo pede para que eles não se desloquem até outro destino, evitando assim a propagação do vírus.

As autoridades decidiram fechar a cidade para evitar a propagação do coronavírus em 23 de janeiro, e foi duramente criticada por não ter tomado essa iniciativa antes. A esta altura, cinco milhões de pessoas já haviam deixado Wuhan por conta das festividades do Ano Novo Chinês. Após o fechamento, nove milhões de pessoas permaneceram no local.

* Com informações da EFE.