Zelensky: ‘Ocidente formará um novo Plano Marshall para a Ucrânia’

Presidente ucraniano afirmou que a medida foi garantida por Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido; plano em questão foi redigido para reconstruir a Europa Ocidental após a Segunda Guerra Mundial

  • Por Jovem Pan
  • 08/03/2022 21h53 - Atualizado em 08/03/2022 21h58
UKRAINE PRESIDENCY / AFP - 01/03/2022 Volodymyr Zelensky Presidente Voloodymyr Zelensky alegou que a Ucrânia somente irá acatar aos ultimatos russos caso seja destruída

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, realizou um pronunciamento na noite desta terça-feira, 08, através das suas redes sociais e afirmou que o Ocidente irá redigir um ‘Plano Marshall’ para a reconstrução de seu país. O mandatário agradeceu ao primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson por se “comprometer” com a iniciativa e ao Ocidente por apoiar a medida. “Haverá um novo Plano Marshall para a Ucrânia, o Ocidente formará este pacote de apoio. O primeiro-ministro britânico disse isso hoje, um homem de palavra, um amigo sincero da Ucrânia”, anunciou.

O Plano Marshall foi redigido ao fim da Segunda Guerra Mundial com o intuito de reconstruir a Europa Ocidental imediatamente após o fim dos conflitos e evitar que uma influência comunista se instaurasse na região. “Por isso é tão importante que a liderança russa perceba que o mundo seguirá o exemplo dos Estados Unidos, Grã-Bretanha, União Europeia, Canadá, Austrália, Japão e outros países livres”, alegou Zelensky, que também agradeceu a Johnson por suspender até o final de 2022 a importação do petróleo e derivados russos. Por fim, o líder ucraniano pediu uma nova rodada de negociações “honestas, substantivas, no interesse do povo, não em ambições assassinas obsoletas.”